O que fazer quando a pessoa que você ama quer ir embora?



Uma pessoa fez a seguinte pergunta:
O que fazer quando a pessoa que você ama quer ir embora?
Bom, por mais dificil que seja ouvir isso de quem gostamos,
não devemos forçar para que ela fique.

Esse é um momento doloroso, mas se o outro não quer ficar,
Se o outro quer ir embora, não force nem peça para
ficar.. deixe-o ir.





Acredite...
Por mais que doloroso que seja
nada forçado serve.

Você pode ter todos os motivos para
querer alguém do seu lado, mas se o outro
não tiver, nenhum, de nada valerá os seus.




Sobre alguém sair da sua vida
duas coisas precisa aceitar:

O outro tem o direito de não te querer
e nada forçado serve.


Acredite..
Deixar ir quem não quer ficar
é uma arte que precisamos
aprender na vida.

Por mais dificil que seja
Posso lhe dizer: Você vai sobreviver,
pois Deus nos deu uma capacidade enorme
e extraordinária para nos erguer e florescer
sempre que for necessário.





Um conselho...
E quando o outro partir
Não ligue, não procure
nem mendigue atenção
de quem não quis ficar.


( Autor : Irismar Oliveira)

Evite criar expectativas exageradas

Corações


Não pense...
Que aquele(a) que te faz sorrir hoje,
não te faça chorar amanhã.

Esse tem sido o problema de muitos
ao entrar numa relação. Acreditamos que
admiramos, gostamos, amamos nunca vão
nos decepcionar, errar ou mentir.


Veja também Comunique-se Melhor no Casamento


Não sou uma pessoa ferida nem tão
pouco defensora de que não devemos
confiar nas pessoas.





Eu sou uma defensora de que devemos
ser mais cautelosos nas relações ou
seja, não criar expectativas exagerada
sobre ninguém ( relacionamento a
dois ou uma amizade)

As pessoas mudam, os interesses também
algumas com o tempo mostram o que
são de verdade.Coisas da vida


Acredite...
Das milhares  pessoas que nos fazem chorar,
sempre tem uma que chega para enxugar
e colocar um sorriso nos nossos lábios.



Sempre tem alguém que vai nos
surpreender nessa vida que
muitos nos faz chorar.

Um conselho...
Não deixe de acreditar nas pessoas
só evite criar expectativa exageradas.

( Autor: Irismar Oliveira)



Quando mudamos, tudo se torna melhor.

mudança


A mudança que queremos talvez esteja na atitude que não tomamos


Queremos um emprego melhor, mas não enviamos currículos. Desejamos um relacionamento mais saudável, mas aceitamos as migalhas diárias do parceiro. Lamentamos a viagem não feita, mas não ousamos sair do lugar. Queremos o novo, mas temos medo de nos desgarrarmos do que é velho e cheira a mofo.




É muito ruim nos sentirmos infelizes, incompletos, vivendo como se faltasse algo, como se não tivéssemos conseguido alcançar nada do que sabemos ser capazes. Essa sensação de descompasso entre o que queremos e o que realmente temos acaba nos impedindo de poder ser feliz aqui e agora. Jamais estaremos completos e teremos tudo o que queríamos, mas isso não pode ser tido como obstáculo para mantermos os sonhos acesos.


Muitos de nós parecemos viver um eterno descontentamento em relação a nossas próprias vidas e a tudo o que faz parte dela, bem como em relação ao que está ao nosso redor. É como se estivéssemos enjoados da rotina, das pessoas, do trabalho, da mesma cor de cabelo, das mesmas comidas, enfim, entediados, sem nada que nos encante. Acordamos no mesmo horário, prontos para a velha rotina de sempre. E isso cansa.




A rotina é importante, pois nos força a manter certa disciplina em nossas vidas, motivando-nos a não ficar parados, preenchendo espaços de nossos dias, de forma a não nos tornarmos ociosos. No entanto, há que se balancear essa rotina com alguns momentos inusitados, diferentes, surpreendentes, ou nos robotizamos além da conta, perdendo, a pouco e pouco, nossa essência humana e afetiva.

Fato é que perdemos tempo tentando mudar as pessoas, o mundo, em vão, e então percebemos que a mudança que tanto queremos está dentro de nós. Assim, quando mudamos a nós mesmos, tudo se torna melhor, pois o que tanto nos incomoda pode ser algo em nós mesmos. Sermos a mudança que queremos lá fora pode bem ser o começo de tudo.




Da mesma forma, quantos de nós ansiamos por que as coisas mudem, mas não tomamos a atitude necessária para que isso aconteça? Queremos um emprego melhor, mas não enviamos currículos. Desejamos um relacionamento mais saudável, mas aceitamos as migalhas diárias do parceiro. Lamentamos a viagem não feita, mas não ousamos sair do lugar. Queremos o novo, mas temos medo de nos desgarrarmos do que é velho e cheira a mofo.




Nada vem fácil, nada. Tudo o que quisermos alcançar requer disposição, luta e coragem. Caso não estejamos dispostos a ultrapassar a linha de nossa zona de conforto, tudo permanecerá na mesma. E, então, só teremos mesmo que nos lamentar sem sair do lugar.

( Autor: MarcelCamargo